contato@dradeboraoria.com.br || (11) 3071-2843 / (11) 9 4536-6000

Dispareunia: Não é normal ter dor durante a relação sexual

Home > Blog > Saúde > Dispareunia: Não é normal ter dor durante a relação sexual
Home > Blog > Saúde > Dispareunia: Não é normal ter dor durante a relação sexual
Não é normal ter dor durante a relação sexual

Você já ouviu falar em dispareunia? Esse é o nome dado a dor genital ou pélvica associada ao contato íntimo ou durante o clímax. Alguns homens podem ter dispareunia, porém, é mais comum nas mulheres e pode acontecer em qualquer fase da vida causando sofrimento durante a relação sexual.

Ela pode ser classificada em dois tipos: penetração (em torno da abertura e no início da vagina) ou profunda (dentro da pelve), mas em ambos os casos a dor se manifesta como uma dor em pontada, ardência ou cólica.

A dispareunia impede que a paciente tenha uma relação sexual prazerosa, comprometendo a rotina da mulher. Em alguns casos ela se sente incomodada até na hora de fazer um exame ginecológico.

 

Possíveis causas da dispareunia

Alguns fatores podem ser apontados como a causa da dispareunia. Os emocionais – vergonha, stress, depressão, medo e culpa, por exemplo – devem receber atenção especial. Não podemos descartar também:

– Alterações estruturais como lesões genitais, malformação congênita, tipo de hímen, septos vaginais e endometriose;

– Falta de lubrificação natural que pode ocorrer devido a menopausa, parto, amamentação e uso de medicamentos que mexem com o nível de hormônio;

– Infecções ou inflamações genitais que afetam a flora vaginal, por meio de sabonete íntimo, lubrificantes e alergias a camisinha e ao material usado em produtos de sexy shop;

– Tratamentos oncológicos, pois além do fator emocional, o organismo passa por algumas alterações devido ao tratamento causando dor durante o contato íntimo;

– Infecções no colo do útero, no útero ou nas tubas;

 

Além disso, algumas doenças também podem causar a dispareunia, como: endometriose, vulvodinia, e cisto do ovário, miomas uterinos e infecção urinária.

Como você percebeu, a dispareunia pode ser causada por vários fatores e o diagnóstico será confirmado pelo ginecologista ou uroginecologista após avaliar os sintomas, observar o órgão genital e com os resultados de alguns exames, como papanicolau e ultrassom pélvico.

Encontrar o motivo da dor durante a relação sexual é imprescindível para iniciar o tratamento, que pode ser: sessões com um psicoterapeuta ou com um sexólogo; tratamento com analgésicos, anti-inflamatórios ou antibióticos e nos casos mais graves, recorrer a cirurgia.

Ao sentir dores durante a relação sexual, independente do motivo, converse com o seu ginecologista.

 

Dra. Débora Oriá – CRM 158985

contato@dradeboraoria.com.br

 

Deixe uma resposta