contato@dradeboraoria.com.br || (11) 3071-2843 / (11) 9 4536-6000

O que esperar dos primeiros 15 dias pós-parto?

Home > Blog > Gestantes > O que esperar dos primeiros 15 dias pós-parto?
Home > Blog > Gestantes > O que esperar dos primeiros 15 dias pós-parto?

Os pais passam 9 meses programando o nascimento do bebê. Mas qual a expectativa em relação aos primeiros dias após o nascimento? Essa é uma nova experiência para a mãe e para o filho, mas é preciso entender que não existem regras ou um jeito certo de lidar com a situação. Com o tempo o corpo vai se adaptando e a mãe o bebê entendendo a nova rotina.

Para ajudar as mamães a entenderem como serão os primeiros 15 dias com o recém-nascido, confira algumas dicas.

Principais mudanças que acontecem com o corpo da mãe

As principais mudanças são a involução (retorno do tamanho) do útero e redistribuição do líquido corpóreo, por isso o edema /inchaço nas pernas é comum no pós-parto. Na gestação o organismo tem mais líquido que em geral e é distribuído para o feto e a placenta. Tem ainda a atuação da prolactina para formação do leite.

 

Sangramentos pós-parto

Os sangramentos são normais pós-parto. Há sangramento chamado de loquiação, que é fisiológico, tanto no parto normal como cesárea. Isso acontece, porque o útero fica contraindo e fechando os vasos onde ficavam a placenta. A quantidade é como se fosse uma menstruação e mais intensa nos três primeiros dias depois do parto.

 

Cuidados pós-cesárea

A mulher precisa ter vários cuidados, como com a higienização da ferida operatória, evitar pegar peso e manter o controle da dor pós-parto.

 

Psicológico da mulher

Todas as mulheres estão predispostas devido às grandes mudanças, tanto a níveis de hormônios, estresse, privação de sono, mudança no estilo de vida, responsabilidades e grande pressão. Pessoas com histórico de problemas psicológicos prévios, têm mais risco de ter blues ou depressão pós-parto.

 

Como se preparar para a amamentação

A preparação pode ser feita através de leituras sobre a pega correta e posicionamento. Não há necessidade de ferir o mamilo, preparar o mamilo para a amamentação. O obstetra pode fazer uma avaliação dos seios para ver se tem alguma alteração. É importante dizer que não adianta ficar tomando remédios para produzir leite, a pega correta e a sucção do bebê é que faz produzir o leite. Após isso, algumas medicações, sem grandes evidências científicas, podem auxiliar. Esse auxílio só ocorre após a avaliação do especialista.

 

O leite sofre alterações

O leite se modifica principalmente nos primeiros dias. Primeiro é o colostro para depois ser o leite em si. O que se come também é refletido no leite.

Os primeiros dias do bebê podem ser agitados e cansativos, por isso é importante contar com a rede de apoio. Lembre-se de que não é só o bebê que precisa de cuidados, o corpo da mulher passou por muitas mudanças e precisa se recuperar.

 

 

Dra. Débora Oriá – CRM 158985
Ginecologista, Obstetra e Uroginecologista

Agende sua consulta aqui.

Deixe um comentário